Interview with Patricia Valente

October 24

image

Nome| Name: Patricia Devezas Valente

Idade | Age: 25

Local de Residência | Place of Residence: Luanda, Angola

Eu sou uma pessoa divertida e espontânea. Acredito em aprender coisas novas todos os dias e vivo cada momento.

I’m a crazy fun and spontaneous person,I believe in learning new things from each day and living life for the moment.

Conta-nos um pouco a história do teu curly hair (essencialmente coisas negativas que juravas a pés juntos nunca mais cometer).

Tell us a little about the history of your curly hair (mostly negative things that you swear never to commit).

 O meu cabelo e eu passámos por uma viagem louca entre o desfrisar e voltar ao natural; dreadlocks ao natural e novamente do natural para desfrise até que eu não pude aguentar mais o cheiro dos produtos químicos, e agora finalmente estou posso desfrutar dos meus caracóis que me foram dados quando nasci.  Eu nunca mais volto a usar químicos mudar meu o cabelo; não o volto a fazer novamente.

 My hair and I have been thru a crazy journey from relaxing to natural; dreadlocks to natural again to natural to texturizing until I could no longer take the smell of the chemicals, and now I am finally enjoying the curls I was given as my birth right. I am NEVER going back to chemically changing my hair, that’s a no I won’t do again.

 Há quanto tempo é que te encontras no processo de transição – Transitioning to natural - e porquê que tomaste esta decisão?

For how long did you find the transition process - Transitioning to Natural - and why you made this decision?

O meu cabelo cresce muito rápido, daí ser a razão pela qual eu brinco tanto com ele. Comecei a brincadeira de ser natural em 2005, que foi quando fiz o big chop até que entrei num cabeleireiro e decidi pedir para cortarem o meu cabelo como a  Halle Berry  no filme Cat Woman. O processo para o definir foi até o início de 2006,depois cortei toda a restante parte do cabelo desfrisado e comecei a usar o cabelo totalmente afro. Usei-o e adorei imenso até que fiz dreadlocks em 2007, mas como a escola  não permitia dreadlocks, não pude fazê-lo antes.
 Mas minha família não aceitou bem, por isso a minha relação com dreadlocks durou um ano. Admito que às vezes gostaria de ter pulso forte em relação aos dreadlocks (tenho saudades, para ser honesta) .  Então voltei para a onda naturail de novo e meu pequeno afro cresceu rapidamente e em 2008 o meu cabelo estava pelos ombros, e em 2009 pelas costas e foi aí quando eu decidi voltar a desfrizá-lo novamente. Descobri que foi o maior erro de sempre! Parecia uma boa ideia mas mantê-lo provou ser mais difícil do que realmente parecida, porque quando o meu cabelo crescia, tinha que desfrisar as minhas raízes sempre de mês a mês ( para não mencionar que para além de não ser nada barato, ainda tinha que levar com aquele cheiro de químicos). Em seguida, numa das minhas idas ao cabeleireiro para manter a aparência depois de o ter desfrisado, o meu cabelo partiu-se todo na área central, o que foi fácil de esconder até que ele começou a crescer e aí foi a gota de água, eu jurei que iria fazer o big chop de novo. Foi realmente engraçado porque quando eu estava no cabeleireiro nenhum funcionário quis cortar o meu cabelo. Então eu decidi ser a primeira a cortar a parte da frente e assim seria um caminho sem volta atrás. Desde 2010 que sou natural e olho para trás e sinto-me orgulhosa e continua aprender cada vez mais sobre o meu cabelo louco que cresce super rápido. 

 My hair grows really fast, which I admit is part of the reason why I play around more with it. I have been toying with being natural since 2005 that was when I did the“big chop”my hair was relaxed and down to my back when I walked into a Hair Salon asked for what I called the “Halle Berry” cut from the movie Cat Woman.  That set the ball rolling by the beginning of 2006 I have cut all of the remaining relaxed hair and was wearing a full afro for my final year of High School,and I wore it and rocked it for a while, until I did my dreadlocks in 2007 cause the school I was in didn’t allow dreadlocks so I waited and did them after.
 But my family didn’t take it well so I had dreads for one year, I must admit that sometimes I wish I had a stronger backbone and stuck to with my locks (I miss them,to be honest).Then I went back to natural again and my little afro grew quickly and by the of the 2008 my hair was back down to my shoulders again, and by 2009 it was down my back which was when I decided to texturize it, which I found out was the biggest mistake ever! It looked good I will admit but it didn’t last cause the maintenance proved to be harder to do cause if the rate my hair grows I was having to do my roots ever month in order to keep up the look (not to mention expensive too and the smell wasn’t easy either) then in one of my trips to the Hair Salon to maintain the look after texturing my hair it breaks in the middle area, which was easy to hide until it began growing and I was forced to have a beehive and that was the last straw, I swore off from that day and a  month later I went in for my last big and “final chop” which was actually funny cause I was in the Hair Salon and no employee wanted to cut my hair, I had to do the first chop (makes me laugh now and it did then too) and I cut the front so there was no going back they had to do it, and that was in 2010, since then I  haven’t looked back been Natural and Proud and learning how do deal with this crazy fast growing head of hair I was given.

image

Qual é a parte mais difícil da tua transição?

What is the hardest part of your transition?

Aprender a lidar com o rápido crescimento, foi uma das tarefas mais difíceis, porque um penteado que ficaria bem numa semana, a próxima ao tentar recriar o mesmo, já se torna mais complicado. Eu não gostava tanto dele porque demorava imenso de manhã a tratá-lo e atrasava-me 
para escola ou para o trabalho. Mas com o big chop ficou tudo mais fácil. 

 Outra das minhas grandes dificuldades foi encontrar o shampoo certo para o meu tipo de cabelo. Shampoos e máscaras que nunca funcionaram comingo foram o da Pantene, L’Oreal e TRESemmé, até que experimentei Kerastase Bain OléoaCurl que no fundo parecia funcionar, quando eu notei que meu cabelo estava a ficar cada vez mais fino,e aí foi eu percebi que todos aqueles produtos tinham em comum… Etanol. Resolvi procurar outra vez e encontrei o meu actual shampoo Argan Sublime e máscara. A máscara de óleo actua como um condicionador que contém os óleos que o meu cabelo precisa sobre semanalmente. É uma linha sem sulfato e destinado a todos os tipos de cabelo, preferencialmente “natural”.

 Learning how to deal with the fast growth to be honest was one of the hardest part, cause a hairstyle that would look good one week the next trying to recreate it was harder cause it didn’t look the same and I didn’t like it cause it took longer to do each morning and always made me late for either school or work cause I was figuring out what to do.But with each chop it got easier.

 Another one of my great difficulties was finding the right shampoo for my hair from the “stereo type black hair” shampoo’s and treatments I found never worked to Pantene Perfect Curls to L’Oreal to TRESemmé but none seemed to work until I tried KÉRASTASE Bain OléoaCurl that seemed to work but I noticed that my hair was getting thinner, that was when I realized what all those products had in common… Ethanol then the hunt was on again.Until I found my current Argan Sublime shampoo and oil mask, the oil mask acts as a conditioner locking the oils my hair needs on weekly basics, which is sulfate free, all hair types, and best part Natural.

Como é que descreves a textura?

How would you describe your texture?

Eu posso descrever o meu cabelo como louco? Porque essa é a melhor maneira de descrever o meu cabelo e também tem personalidade própria. Ás vezes eu acho que ele também tem mente ele própria, pode estar suave e definido num dia e no dia seguinte, duro e áspero o que me deixa louca.
A parte da frente do cabelo é, obviamente, a parte que sofre mais devido ao sol; a parte do meio cria  nós facilmente e a parte de trás é a minha favorita, porque os meus caracóis estão definidos e brilhantes. 

 Eu gostaria de ter a parte de trás à frente e a parte da frente atrás,   mas com os produtos actuais e com os cuidados com o cabelo meu cabelo, ele ainda continua a ter os seus dias, e eu mesmo assim consigo controlá-lo e tratá-lo. O que ele ao todo em comum é ser seco.

 Can I describe my hair as crazy? Because that is the best way to describe my hair, it also has a personality of its own and at times I think it also has a mind of its own it can be soft and bouncy one day and then the next day hard and rough which drives me crazy.
 The front of the hair is obviously the part that suffers the most due to sun exposure so that part feels like hay at times, the middle knots easily, and the back is my favorite its where my curls are always looking beautiful and perfectly curled, which I wish I could swap the front ones to the back and the back ones to the front, but with my current hair products and hair care my hair still had its days but I now have more control and I can take care and nurture my hair and all its textures.But one thing it does have in common all around is that my hair is
dry.

 image

Explica-nos os teus cuidados com o teu curly hair…

Explain to us your care with your curly hair…

 Bem, os meus cuidados com simples, mas só recentemente é que o criei, apesar do meu shampoo e condicionador serem os mesmos há um ano. Só agora e finalmente aprendi a tirar o máximo partido dos meus produtos e os meus agradecimentos vão o YouTube, porque na verdade eu vejo imensos vídeos de outras raparigas com o cabelo semelhante ao meu. Eu tiro algumas notas e tento aplicar na minha rotina, para tornar o meu cabelo mais maneável.

 Eu lavo meu cabelo a cada 4 dias, (levo cerca de total 25 min no chuveiro). Eu lavo só minhas raízes porque lido online que se aplicar o shampoo em todo o cabelo, retira os nutrientes da arte extrema tornando-a mais frágil. Adoptei este sistema nos últimos seis meses, e devo dizer que tem funcionado de forma brilhante. Mas de volta à minha rotina -  eu aplico o um pequeno grão de shampoo nas mãos e lavo as raízes porque assim torna-se mais fácil para desembaraçar.  A seguir aplico a máscara/condicionador em todo o cabelo e faço um coque por 5 min; divido meu cabelo em seis secções desembaraço cada uma das secções individualmente, sempre das pontas para a raiz (eu uso a escova e não um pente, só porque é mais fácil controlar o mesmo e de segurar também). Assim que cada secção se encontra totalmente desembaraçada, eu crio uma espécie de trança em cada uma das secções para que o cabelo consiga obter alguma forma (onda). Depois volto a fazer um coque sem desfazer as tranças, enquanto tomo banho. Já com a água fria, retiro o condicionador e após sair do banho desfaço todas as secções, adiciono óleo de argão e espalho unicamente com os dedos o Babyliss Pro Curl Cream em todo o meu cabelo, volto a fazer twists e espero até ao dia seguinte. 

 Em todas as segundas semanas eu faço tratamento com a minha máscara de óleo, o que significa que deixo o meu cabelo durante toda a noite com uma toca de plástico, e embrulho em volta o um lenço, assim que vou para a cama para garantir que corre tudo bem. Admito que antes não ligava nenhuma em relação como é que deveria dormir com o cabelo e agora entendo o dano que causava a dormir com o cabelo solto. Em  alguns dia , dependendo de quanto tempo eu tenho ou se quiser mudar apenas o styling, faço pequenas tranças e mantenho-as durante alguns dias. Depois posso desfazê- las e molhar um pouco, deixar secar ao livre e isso permite que o meu cabelo fique mais definido, ganhe mais volume e reduz o frizz pelos menos temporariamente. 

Well my care for my hair is simple, but it only got this way recently, although my shampoo and conditioner has remained the same for one year now I think only now I have finally learned to get the most of my products all thanks to YouTube actually I watch a lot of videos by other girls/woman with hair similar to mine I take bits and I apply to my hair routine to make it more manageable.

I wash my hair every 4th day, (it takes me about 25’min total in the shower). I wash my roots only cause I read online that if we apply shampoo to our whole head are stripping nutrients from the ends, making it more brittle, I have adapted this to my hair in the last six months and I must say its worked out brilliantly, but back to my hair washing routine; so I apply the shampoo to my  hands and wash my roots only going with the grain this makes detangling easier too, then I apply my Oil Mask (conditioner) this goes all over my hair then I tie it up in a bun for 5 min, then I divide my hair into 6 sections and tackle one at a time as I detangle them, always working from the bottom making my way up to the roots (I use a brush not a comb, only cause I find the brush gives me more control and its easier to grip too); once each individual section is done I do I twist braid to create the curl shape I hope to achieve and I move on to the next section until I am done. Then I take all the sections and wrap them unto a bun again while I shower; then with cold water I at the end I rinse out the remaining conditioner off’my hair. Then I step out the shower and I undo each twist and I add Argan Oil to my hair and Babyliss Pro Curl Cream to my hands and spread onto my hair using my fingers only and I reatwist until the next day.

 Every second week I do a leave in treatment with my Oil Mask,which only means that I leave it in my hair over night covered in cling wrap, then I wrap my scarf on and I head to bed with my night scarf securing everything in place until the following day, I must admit that I had understimated the need to wrap up our hair up at night when we sleep, I didn’t know the all the damages that came with sleeping with my hair loose like as I used to. But now know, less knots and less if not no slip ends at all.

Some days depending on how much time I have or just to change up my look I do small twist braids keep them in for a few days and then I undo them and I wet my hair only and then I allow my hair to air dry,I find this creates more defined curls keeping my volume and just reducing the frizz, temporarily at least, and wrapping my hair up at night maintains this for a few days too.

image

Existe algum segredo que possas partilhar sobre o teu cabelo? (a maneira como o tratas, etc..)

Is there a secret that you can share concerning your curly hair? (the way you treat it,..etc.)

Água. É o melhor amigo de nosso cabelo! Se acordar de manhã e vir que o cabelo tá num daqueles dias, nada como borrifar com um pouco de água e assim torna-se mais fácil de o manusear e hidratá-lo 

Óleo . Nosso cabelo natural é seco e adicionando óleo natural restaura e dá vida ao nosso cabelo. Devolve nutrientes que o nosso cabelo perde devido aos níveis de PH na água, no sol. Também não vale a pena colocar óleo todos os dias porque pode causar danos.

E cobrir o  cabelo. É a solução perfeita para um dia ruim. Existem 
 tantos estilos que nos podemos inspirar para proteger o cabelo do sol, do frio do inverno e conseguirmos ter um look fashion. Ninguém vai perceber que estamos a ter um mau dia. Também acabei por excluir o cabeleireiro da minha vida…agora passo eu a cortar e a pintar o meu próprio cabelo. Por isso as minhas mãos são as únicas que tocam no cabelo.Quando é assim, acabamos por criar um vínculo com o nosso próprio cabelo e quebramos aquela energia quando deixamos outra pessoa mudá-lo. 

Water. It’s our hair’s best friend! If you wake up in the morning and you find your hair is having one of it’s days spray some water on it, not only does it makes it easier to work with but it also adds moisture which is something out hair eats up in a blink of an eye.
Oil. Our natural hair is dry and adding natural oil restores life back to our hair gives it back nutrients we loose due to the PH levels on the water and sun damage,I’m not saying add oil everyday to your hair cause it can backfire too and you end up frying your hair too.
And cover your hair. It’s the perfect solution to a bad hair day. Wrap him up  there are so many styles in which we can protect out hair from the sun; winter; cold and still look fashionably no one will even think you are having a bad hair day. But not too tightly cause you don’t want to cut circulation to your brain.
I also do everything to my hair myself,I have cut Hair Salons from my life, I cut my own ends and I dye my own hair. So mine are the only hands that change my hair.Its actually better this way too, I find we create a bond with our hair and we break that energy when we let some one else change it.

Tagged: #Interviews #Naturalista #natural beauty

curly essence © 2014 - designed by curly essence