May 20

RAFAELA AVIDAGO

image

Nome: Rafaela Avidago

Idade: 23

Local de Residência: Amora, Portugal

Alguma vez te sentiste fora da tua zona de conforto por usares o cabelo no seu estado natural ou excluída por parte de alguém?

Sim. Principalmente quando era mais nova, na escola gozavam com o meu cabelo por ser muito volumoso. Ainda não sabia cuidar dele, por isso ou andava de rabo de cavalo ou de trança, sempre com uns cabelinhos em pé, usando gel, para o domar. Raramente andava com ele solto. Hoje em dia sinto exactamente o oposto. Recebo imensos elogios pelo cabelo que outrora foi tão gozado. 

No Mundo onde vivemos é fácil assumirmos quem verdadeiramente somos?

É sim. É preciso ter muita disciplina mental para nos abstrairmos das opiniões alheias, quer de amigos, conhecidos ou mesmo principalmente pelos média. Penso que quando assumimos o que somos temos duas opções, ou somos nós próprios e sentimo-nos confiantes com a pessoa que somos, ou sentimo-nos excluídos pelo que somos e deixamos que isso se abata sobre nós de maneira negativa. Não podemos agradar a todos, é uma lição que eu aprendi à pouco tempo, e cada vez me sinto mais confortável na minha pessoa. É tudo uma questão de mentalidade e de força de vontade.

É normal sentirmo-nos diferentes com a diferença de sermos e de assumirmos quem realmente somos (fisicamente falando) perante o olhar da Sociedade? Alguma vez te incomodou esse olhar de laboratório a recair na tua pessoa?

Todos somos diferentes, todos temos atributos de que não gostamos mas que haverá alguém que os adoraria ter . Temos que aprender a gostar de nós tal como somos, com as qualidades e defeitos, só assim nos sentiremos bem perante a sociedade. Não temos que aceitar tudo o que a sociedade nos impõe, temos que ser críticos.

Por vezes incomoda-me o olhar indiscreto das pessoas. Pois às vezes penso se estarei borrada ou algo do género. Mas aprendi a viver com isso, por exemplo nos sítios onde estão muitas pessoas evito o contacto visual pois incomoda-me.

De manhã quando te olhas ao espelho, o teu cabelo grita “I woke up like this”? Como é prepará-lo para a azáfama do dia a dia?

O meu cabelo não me dá muito trabalho. Como me deito assim acordo. Uso molas de cabelo para o prender e para não marcar. Quando vou ao ginásio faço uma trança porque como tenho muito cabelo faz imenso calor. 

image

Tás sempre preocupada em ter os caracóis perfeitos ou és mais apolagista do “let it be”?

Já fui mais preocupada com os caracóis. Agora estou mais numa de ‘let it be’.  Até porque acho que os cabelos encaracolados têm personalidade própria, então há que deixá-los ser como são. 

Com a mudança de estação sentes que os teus caracóis pedem urgentemente por uma mudança (rotina)? 

Não. O meu cabelo mantém-se bem apesar das mudanças de estação. No verão tenho especial cuidado de o proteger contra o sol.

Já encontraste o produto perfeito ou continuas em busca? Se sim, qual…

Tenho o meu produto de eleição que já o uso há anos, que é o Small Talk da TIGI. É um texturizante que se aplica com o cabelo molhado. 

Sabemos que em comparação com o mercado Americano, o mercado Europeu e sobretudo o Português ainda peca muito em termos de produtos para os nossos tipos de cabelo. Como e onde é que consegues arranjar os produtos que incluís na tua rotina?

Eu trabalhei numa loja de cosmética capilar, pelo que aprendi muito sobre cabelos. E é lá que faço as minhas compras, pois ele são representantes da minha marca de eleição e que eu uso a nível de texturizantes, finalizantes, etc.

Existe algum segredo que possas partilhar connosco?

Eu pessoalmente só faço uma hidratação ao cabelo de tempo a tempo, pois com a extrema hidratação os caracóis começam a ficar moles e perdem o volume. Lavo sempre a cabeça de cabeça para baixo e seco com o difusor também de cabeça para baixo para dar ao cabelo mais corpo e volume. Também aprendi com uma cabeleireira de renome que devemos finalizar a secagem com ar frio para os caracóis fixarem perfeitos. 

Como é que te sentes quando as pessoas te abordam na rua e fazem perguntas sobre o teu cabelo? 

Sinto-me elogiada e tenho sempre todo o prazer em tirar as duvidas que possam ter.

Quais foram os piores erros que cometeste? E que conselho darias a quem quer aventurar-se a assumir os seus caracóis/afro?

Pintar demasiadas vezes o cabelo, começa a tirar a forma aos caracóis. Agora só pinto uma vez por ano, e por ser encaracolado não fica mal a diferença de cor.

Aconselho a procurarem os produtos adequados para o tipo de cabelo, a não lavarem demasiadas vezes pois o couro cabeludo demora cerca de 48h a secar e a assumirem quem são sem medos. Pois se nós não formos nós próprias, quem iremos ser?

Model: Rafaela Avidago

Photographer: White Negatives (João Henriques)

Styling: Motel Rocks 

English version here - http://www.refinery29.com/natural-hair-confidence

 

  1. shessoeclectic reblogged this from curly-essence
  2. lookingintoureyes reblogged this from curly-essence
  3. dcabral95 reblogged this from curly-essence and added:
    Dear god….
  4. ihaveadreamtooo reblogged this from curly-essence
  5. purelynaptural reblogged this from curlygyaldandan
  6. curlygyaldandan reblogged this from curly-essence
  7. patriciasparrow reblogged this from curly-essence
  8. celiasephora reblogged this from curly-essence
  9. yoobelle reblogged this from curly-essence
  10. paradise-queenx reblogged this from curly-essence
  11. whychocolate reblogged this from curly-essence
  12. plantain-papi reblogged this from realdinetomarsgirl
  13. marienta reblogged this from curly-essence
  14. realdinetomarsgirl reblogged this from curly-essence
  15. sayohneedah reblogged this from curly-essence
  16. curly-essence posted this